6 mins read

O que foi o período da Escolástica?

O que foi a Escolástica e quais as suas características?

A Filosofia Escolástica tem como principal característica a ligação com a fé cristã. A filosofia era encarada como uma ciência auxiliar da teologia, sendo uma busca racional para solução de problemas religiosos. Os filósofos estavam preocupados em formular, interpretar, explicar ou demonstrar os dogmas católicos.
Em cache

Qual a principal ideia da Escolástica?

Essa vertente tem como principal representante Tomás de Aquino, que utiliza do pensamento aristotélico para pensar sobre questões inerentes à fé. Essa articulação entre pensamento racional e religioso, inclusive, é a principal característica da filosofia escolástica.
Em cache

Quem foi o fundador da Escolástica?

A Escolástica é uma corrente filosófica que busca estabelecer uma conciliação entre as verdades da fé cristã e o conhecimento obtido pela racionalidade. O filósofo de maior destaque dessa corrente é São Tomás de Aquino, o qual faz uma síntese entre o cristianismo e o aristotelismo.
Em cache

O que ensinava na Escolástica?

A escolástica foi um período onde se criou as escolas e universidades que eram ligadas a Igreja Católica. A preocupação deste período foi à conciliação entre fé e razão. Tendo como grande expoente Sato Tomás de Aquino com uma filosofia aristotélica. Veja aula completa sobre o pensamento de Tomás de Aquino.
Em cache

O que é correto afirmar sobre a Escolástica?

Sobre a Escolástica é correto afirmar, EXCETO. no século XIII, servindo-se das traduções das obras de Aristóteles, que foram feitas diretamente do grego, Tomás de Aquino realizou a síntese magistral entre a teologia cristã e a filosofia aristotélica.

Como era o ensino no período escolástico?

A Escolástica foi um período especialmente livresco, ou seja, um período completamente dado ao estudo e à leitura. O mestre levava seus alunos a fazerem primeiramente a Lectio do texto, em seguida a Cursorie e, por fim, a Expositio propriamente dita.

Quais as contribuições da escolástica?

Possivelmente a maior contribuição da Escolástica à filosofia tenha sido o seu notável rigor metodológico e dialético. Os estudantes das principais universidades precisavam passar por exames que envolviam a disputa oral de argumentos, sempre regida pelo uso da lógica formal e intermediada por um mestre.

Quais são as três fases da filosofia escolástica?

Resposta: 1fase : caracterizada pela confiança ,perfeita harmonia entre fé e razão. 2fase: caracterizada pela elaboração de grandes sistemas de filosóficos. 3fase: decadência da escolastica, caracterizada pela afirmação das diferenças fundamentais entre fé e razão.

Qual é o significado do nome Escolástica?

Significado de Escolástica

substantivo feminino Ideologia cristã que, durante a Idade Média, buscava associar a razão aristotélica e platônica com a fé, buscando experienciar o contato direto com a verdade. [Por Extensão] Toda ideologia, doutrina ou pensamento desenvolvido a partir de uma crença religiosa.

Qual a origem do nome Escolástica?

Nome de origem latina. Santa Escolástica (cerca de 480-543), irmã de São Bento e a primeira freira beneditina. Dá-se o nome de escolástica à filosofia predominante na Idade Média, que pretendia conciliar a razão com a revelação.

Por que se chama Escolástica?

O termo scholasticus se referia àqueles que ensinavam as sete artes liberais do trivium e do quadrivium. Algum tempo depois, passou-se a se chamar escolástico o professor ou mestre de teologia ou filosofia que se dedicava ao ensino nas escolas, os mesmos que mais tarde passaram a ensinar também nas universidades.

Quem foi um dos principais representantes da Escolástica?

Principais representantes

Outros nomes da escolástica são: Anselmo de Cantuária, Alberto Magno, Robert Grosseteste, Roger Bacon, Boaventura de Bagnoreggio, Pedro Abelardo, Bernardo de Claraval, João Escoto Erígena, João Duns Escoto, Jean Buridan, Nicole Oresme.

Qual a importância do período escolástico para a humanidade?

Por conta da valorização cultural e do ensino, além do resgate a Aristóteles, imperou durante a Escolástica uma intensa mobilização para o conhecimento das questões metafísicas e das ciências naturais.

Por que se chama escolástica?

O termo scholasticus se referia àqueles que ensinavam as sete artes liberais do trivium e do quadrivium. Algum tempo depois, passou-se a se chamar escolástico o professor ou mestre de teologia ou filosofia que se dedicava ao ensino nas escolas, os mesmos que mais tarde passaram a ensinar também nas universidades.

Porque a escolástica tem esse nome?

O período conhecido como escolástica perdurou até o fim da idade média e tem seu nome derivado da palavra latina "scholasticus", que significa "aquele que pertence a uma escola".

Qual é a origem da palavra escolástica?

Nome de origem latina. Santa Escolástica (cerca de 480-543), irmã de São Bento e a primeira freira beneditina. Dá-se o nome de escolástica à filosofia predominante na Idade Média, que pretendia conciliar a razão com a revelação.

Quem foi São Tomás de Aquino o que ele defendia?

São Tomás de Aquino defendeu a filosofia escolástica, que baseava-se no método cristão e filosófico pregado na união entre a razão e a fé. Esta filosofia foi amplamente difundida nas universidades medievais europeias. Como exemplo de obra da escolástica, escrita por São Tomás de Aquino, tem-se a “Summa Theologica“.

Quem representou a Escolástica?

O maior representante da Escolástica foi o teólogo e filósofo italiano São Tomás de Aquino conhecido como “Príncipe da Escolástica”.