6 mins read

Qual é a origem do inhame?

Como o inhame chegou ao Brasil?

O inhame, conhecido no Centro-Sul do Brasil como cará, é uma hortaliça tipo tubérculo, cujos valores já eram louvados pelo padre Anchieta em seus escritos. Apesar de não se conhecer com certeza, acredita-se que seja originário do Oeste da África. Foi introduzido no Brasil pelos escravizados africanos.
Em cache

Quando surgiu o inhame?

Originário da Ásia, o inhame já era cultivado na Índia 5 mil anos antes de Cristo. De lá foi levado ao Egito, de onde viajou para a Grécia e a Roma antigas, até se espalhar pela Europa. Chegou ao Brasil com os portugueses, no início do século 16, que já o plantavam nas ilhas africanas de Cabo Verde e São Tomé.
Em cache

Qual o benefício do inhame para a saúde?

O inhame reduz o risco de doenças e diminui o colesterol

A ação da diosgenina, presente nos fitormônios (hormônio vegetal) do inhame, facilita a eliminação do colesterol ruim (LDL) pelo intestino, diminuindo a chance de cair na corrente sanguínea e entupir vasos e artérias.
Em cache

Qual é o outro nome do inhame?

Assim, ficou definindo que inhame é a mesma coisa que cará, e se refere ao alimento de origem africana e de nome científico Dioscorea cayanensis Lam. Já o que no sudeste é chamado de inhame, na nomenclatura padronizada ficou definido como taro, cujo nome científico é Colocasia esculenta (L.)
Em cache

Qual é o inhame original?

Existem pelo menos 2 espécies de inhame consumidas no Brasil: o cará e o taro. O cará é o mais conhecido e o mais utilizado no preparo de bolos e pães. Esse tipo de inhame pode, sim, ser ingerido cru nos sucos. Porém, o taro não pode, em hipótese alguma, ser consumido cru!

Qual é o maior produtor de inhame do Brasil?

Maior produtor de inhame do país, com uma safra de 50 mil toneladas por ano, o município de Alfredo Chaves, no Espírito Santo, passar a ter o título de Capital Nacional do Inhame.

É verdade que o inhame afina o sangue?

Uma das principais características do inhame é ter uma ação desintoxicante e depurativa. Assim, auxilia na eliminação das toxinas do sangue por meio da excreção dessas substâncias por meio da pele, rins e do intestino.

Quem é diabético pode comer inhame?

Além de saboroso e ideal para consumir em diversas refeições do dia, o ingrediente também tem outra vantagem expressiva: seu baixo índice glicêmico não eleva os níveis de açúcar no sangue. Assim, se torna ideal para quem é diabético ou quer emagrecer.

Porque o inhame não pode ser consumido cru?

Como fazer inhame? Hmm, já bateu a fome por aí? É importante saber que assim com a mandioca, por ser uma raiz, o inhame não pode ser ingerido cru, porque assim apresenta substâncias tóxicas.

Como se deve comer o inhame?

O ideal é consumir o inhame cozido, assado ou no vapor, nunca cru. Mas, é importante lembrar que, apesar de saudável, o tubérculo é uma fonte de carboidratos e pode ser calórico. Assim, a quantidade recomendada é de apenas uma porção ao dia. Por outro lado, grávidas e lactantes devem evitar o consumo.

Qual é a época da colheita do inhame?

O Inhame deve ser colhido quando amadurecido, aproximadamente, aos 180 dias após o plantio. O amadurecimento do Inhame pode ser constatado pela seca das flores e pelo amarelecimento das folhas.

Quem não pode comer inhame?

O ideal é consumir o inhame cozido, assado ou no vapor, nunca cru. Mas, é importante lembrar que, apesar de saudável, o tubérculo é uma fonte de carboidratos e pode ser calórico. Assim, a quantidade recomendada é de apenas uma porção ao dia. Por outro lado, grávidas e lactantes devem evitar o consumo.

Porque não pode comer muito inhame?

O inhame é rico em carboidratos e calorias, e, por isso, quando consumido em grandes quantidades, pode engordar.

Pode comer inhame todos os dias?

O ideal é consumir o inhame cozido, assado ou no vapor, nunca cru. Mas, é importante lembrar que, apesar de saudável, o tubérculo é uma fonte de carboidratos e pode ser calórico. Assim, a quantidade recomendada é de apenas uma porção ao dia.

Quem tem colesterol alto e diabetes pode comer inhame?

Ou seja quem tem diabetes pode comer inhame, mas com moderação e dentro de um plano alimentar prescrito pelo nutricionista para atender as necessidade individuais de cada paciente.

Quem deve evitar inhame?

O ideal é consumir o inhame cozido, assado ou no vapor, nunca cru. Mas, é importante lembrar que, apesar de saudável, o tubérculo é uma fonte de carboidratos e pode ser calórico. Assim, a quantidade recomendada é de apenas uma porção ao dia. Por outro lado, grávidas e lactantes devem evitar o consumo.

É verdade que o inhame limpa o sangue?

Uma das principais características do inhame é ter uma ação desintoxicante e depurativa. Assim, auxilia na eliminação das toxinas do sangue por meio da excreção dessas substâncias por meio da pele, rins e do intestino.

É bom comer inhame todos os dias?

Dentro de uma alimentação saudável e equilibrada, o inhame auxilia na redução dos riscos de doenças como obesidade, diabetes, hipertensão e doenças do coração, dos ossos e do cérebro.