6 mins read

Qual é a regência de informar?

Qual a regência do verbo avisar?

Avisar: É verbo transitivo direto e indireto, ou seja, bitransitivo, admitindo duas formas de regência diferentes: “avisar alguma coisa a alguém” ou “avisar alguém de alguma coisa”. Exemplos: – Avisamos o presidente de que ocorreu uma irregularidade. – Avisamos ao presidente que ocorreu uma irregularidade.

Como descobrir a regência?

Para saber se a oração que você está analisando se trata de uma regência verbal sem preposição, ou seja, com objeto direto, a pergunta para o termo regente — ou seja, o verbo — será “o quê” ou “quem”. Assim, o termo regido será acompanhado apenas por artigo quando for necessário.

Quais são os complementos do verbo informar?

→ Informar/informar a

Informa-se algo a alguém, portanto, é transitivo direto e indireto, tendo os dois complementos: Informei o episódio à gerente e ao supervisor.
Em cache

Quem informa informa algo a alguém?

Em suma: informar algo a alguém ou informar alguém de ou sobre algo. Essas são as duas possibilidades de construção do verbo "informar". No caso em questão, o objeto direto é a pessoa ("informá-lo"), logo a informação está no indireto, que requer a preposição inicial ("de que a apuração seguirá…").

Qual a regência do verbo comunicar?

comunicar – A regência culta é “comunicar algo a alguém”. Exemplos corretos: O ministro comunicou sua decisão aos parlamentares. O ministro comunicou aos parlamentares sua decisão. O ministro comunicou-lhes sua decisão.

Qual frase indica a regência adequada do verbo informar?

1. Informar alguém de + substantivo: «Ele informou-a dos procedimentos a adoptar.» 2. Informar alguém sobre, acerca de, a respeito de + substantivo: «Ele informou-a sobre (acerca de, a respeito de) as diversas hipóteses.»

Quais são os verbos de regência?

Regência Verbal – Alguns verbos que causam dúvidas

  • • Agradar: transitivo direto ou indireto. …
  • • Aspirar: transitivo direto ou indireto. …
  • • Assistir: transitivo direto, indireto ou intransitivo. …
  • • Chamar: transitivo direto ou indireto. …
  • • Implicar: transitivo direto ou indireto. …
  • • Precisar: transitivo direto e indireto.

Quais são os tipos de regência?

A regência pode ser classificada em regência verbal ou regência nominal, conforme a natureza do termo regente:

  • Na regência verbal o termo regente é um verbo;
  • Na regência nominal o termo regente é um nome.

O que é regência de um verbo?

Chamamos de regência verbal a relação que se estabelece entre os verbos e os termos que os complementam (objetos diretos e objetos indiretos) ou caracterizam (adjuntos adverbiais). Os verbos podem ser intransitivos e transitivos.

Qual a transitividade do verbo comunicar?

O verbo "comunicar", transitivo direto e indireto, requer como objeto direto o aviso ou a comunicação e como objeto indireto o destinatário da ação. Assim, comunicamos algo a alguém, e não "alguém de algo".

Qual é a diferença entre comunicar é informar?

Informar constitui unicamente a ação de enviar a mensagem, enquanto comunicar é relacional, implica também a resposta do receptor (feedback). Comunicar implica o receptor compreender a mensagem, é um fenômeno mais complexo. Informar é um ato unilateral, que envolve a pessoa que tem uma informação a dar.

Qual é a regência do verbo?

Na regência verbal, o verbo é o regente da oração, enquanto o seu complemento é o termo regido, logo é o que irá ser flexionado. Então, podemos entender por regência verbal a relação que o verbo estabelece com seu complemento (objeto direto ou indireto).

Quais são as regências dos verbos?

Regência verbal é a parte da língua que se ocupa da relação entre os verbos e os termos que se seguem a eles e completam o seu sentido. Os verbos são os termos regentes, enquanto os objetos (direto e indireto) e adjuntos adverbiais são os termos regidos.

Como usar a regência verbal?

Regência verbal é a relação existente entre o verbo e os seus complementos, ou seja, é a forma como o verbo se liga ao objeto direto e ao objeto indireto. Essa ligação entre o verbo e os complementos verbais pode ser feita através do uso de uma preposição ou sem a presença de uma preposição.

Qual é a regência do verbo querer?

Verbo querer

Com sentido de desejar = transitivo direto = regência sem preposição. Exemplo: Eu quero uns patins novos. Com sentido de gostar e querer bem = transitivo indireto = regência com preposição. Exemplo: Eu quero a meu irmão.

O que é regência nominal e dê exemplos?

Regência Nominal é a relação estabelecida entre um nome (substantivo, adjetivo, alguns advérbios) e seus respectivos complementos por meio de uma preposição. Veja os exemplos: O problema ficou fácil de solucionar. Sou grata a vocês pela ajuda.

O que é regência nominal exemplos de frases?

Regência Nominal

  • Regência nominal é a forma que os substantivos, adjetivos e advérbios se relacionam com seus complementos.
  • Carinho.
  • • Tenha “carinho a” seus livros.
  • • Meu “carinho pelos” animais me conforta.
  • • Cultivemos o “carinho da” família.
  • • O carinho “para com” a Pátria.
  • Agoniado.

Como saber se a regência nominal está correta?

Regência nominal

  1. A regência nominal é um dos tipos de regência existentes e, como o nome já sugere, ocorre apenas entre nomes (substantivo, adjetivo ou advérbio). …
  2. Leia também: Traz ou trás?
  3. A regência nominal trata da relação entre um nome e outro termo. …
  4. → Apto a.
  5. → Disposto(a) a.
  6. → Fácil de/difícil de.
  7. → Firme em.